Ideias para melhorar a saúde pública

A ideia de Tharcisio Barbosa com as colegas Fernanda Araújo, Beatriz Aparecida e Rubia Gomes foi a vencedora de 2015 na premiação do programa Recode em SP. O evento, que aconteceu em uma das empresas ícones em tecnologia de todo o mundo, o Facebook, possibilitou uma experiência marcante de apresentação pública e defesa de seu protótipo no formato de pitching: em três minutos, ele contou a um grupo de mentores e especialistas como seu app poderia fazer a diferença na vida das pessoas que mais dependem da saúde pública no país.
O paulistano de 18 anos e as jovens fizeram o curso oferecido pela parceria do programa Recode com a ONG Rede Cidadã e propôs um aplicativo para facilitar o acesso dos cidadãos aos serviços disponíveis em cada unidade do Sistema Único de Saúde na cidade.
“A ideia do app surgiu da dificuldade que eu e minha família encontramos na saúde pública. Você necessita de um atendimento específico e eficiente e nem sempre o local que você tem conhecimento e mais próximo pode oferecer”, descreve o morador da Vila Nova Galvão, zona Norte da capital.
Ao descobrir que também pode partir de usuário a criador de tecnologia, Tharcísio sonha em levar o projeto adiante. Ele já elaborou um plano de marketing e está em busca de financiadores para ganhar escala no projeto, que deve custar de R$ 17 mil a R$ 22 mil.

Tags: recoders