Jovens contribuem para criação de nova programação em bibliotecas públicas

O desafio foi lançado aos 90 participantes do Conecta Biblioteca: eles foram estimulados a ativar uma diversa rede de jovens em seus municípios para atuarem como voluntários do programa. Esses grupos tiveram papel fundamental na pesquisa da comunidade, ajudando a conhecer as reais necessidades e demandas locais para o desenho de nova uma programação para esses espaços.

Ao longo da trajetória do nosso programa, 80% dos municípios participantes levou a ideia adiante com a criação de comitês de jovens nas bibliotecas. Além de contribuírem para o sucesso da iniciativa, esses voluntários adquirem habilidades e experiências que fazem toda a diferença para seu futuro como cidadãos e profissionais. Destacamos realizações de 4 comitês de jovens do Conecta Biblioteca. Inspire-se!

 

1. Plugados

Onde: Guararema-SP – Estação Lourdinha Évora

Cerca de 130 jovens já participaram de reuniões do programa, sendo 10 líderes e 20 integrantes efetivos. Os Plugados fizeram todas as entrevistas da pesquisa da comunidade e gravaram as conversas, que serão em breve compartilhadas em um canal no Youtube. A convivência entre os voluntários também rendeu muitas histórias de superação para o grupo, mostrando o impacto positivo do programa na reinserção social de jovens em situação de vulnerabilidade.

 

2. Movimento Consciência Ativa – Comitê Jovem que Lê

Onde: Jundiaí – SP – Biblioteca Nelson Foot

Com reuniões quinzenais, aos sábados, o grupo pensa em formatos inovadores para esses encontros, como um sarau ao ar livre com declamação de poesias na região central de Jundiaí. Assim, eles também buscam incentivar o interesse da população pela leitura e aproveitam para coletar entrevistas para a pesquisa da comunidade.

 

3. Conectados com a biblioteca

Onde: Juína (MT) – Biblioteca Maria Santana

Com a proposta inicial de ampliar a participação dos jovens no cotidiano da biblioteca e nos pontos de leitura, o movimento se expandiu e ganhou grande relevância na cidade.  A iniciativa deu origem ao primeiro Conselho Municipal de Juventude de Juína, que terá caráter consultivo e deliberativo nos rumos das políticas públicas sociais e culturais, com orçamento próprio e 20 representantes já eleitos. Atualmente, eles articulam a criação da “biblioca”, um espaço comunitário de leitura dentro do grupo indígena rikbaktsa, localizado na bacia do rio Jurema.

 

4. Bibliotecamentes

Onde: Cariacica (ES) – Biblioteca Madeira de Freitas

O grupo conta com 5 jovens envolvidos diretamente nas tarefas do Conecta Biblioteca, como pesquisa de campo, entrevistas com a população e possíveis parceiros. Como resultado prático desse trabalho, a biblioteca reforçou a oferta de cursos online de tecnologia em seus dez computadores e conseguiu apoio da gestão municipal para oferecer um curso presencial e gratuito de informática básica.  As aulas serão ministradas apor João Carlos Valadares Júnior, voluntário do comitê jovem apaixonado por tecnologia.