Projeto Cineastas 360: parceria com Facebook leva produção de vídeo 360 para escolas públicas

Escolas ganharão equipamentos para a produção de vídeos usando tecnologia 360 e educadores terão treinamento realizado em parceria com a ONG Recode

O Facebook, em parceria com nossa ONG, dará início no Brasil em 2018 ao Projeto Cineastas 360, em que alunos de escolas públicas de todo o país usarão a tecnologia de vídeo 360O para produzir filmes que retratem questões relevantes de suas comunidades.

Durante o projeto, estudantes do Ensino Médio aprenderão novas habilidades em tecnologia e produção de vídeo 360O, tendo a oportunidade de explorar possibilidades de carreira em campos técnicos e criativos. Todos os equipamentos permanecerão com as escolas após o término do projeto: o Facebook doará a cada um dos colégios participantes três kits com os equipamentos Gear VR, celular Samsung, câmera e tripé.

“O uso de realidade virtual tem transformado os mais diversos campos, da medicina à educação. Nosso objetivo com o Projeto Cineastas 360 é dar aos estudantes a chance de criar e desenvolver conteúdos usando essas novas tecnologias”, afirma Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook e Instagram para América Latina. “Os estudantes aprenderão uma nova forma de comunicação usando tecnologia de ponta, enquanto escolas e professores passarão a ter treinamento e capacidade técnica para usar tecnologia 360 no ensino”.

Serão selecionadas duas escolas públicas em cada uma das cinco regiões do Brasil para participar do projeto – uma por semestre -, totalizando dez escolas em 2018. A ONG Recode vai capacitar alunos e educadores nos colégios para desenvolver os roteiros, filmar usando tecnologia 360O e fazer edição de vídeo.

Rodrigo Baggio, nosso presidente e fundador, destaca os 22 anos de inovação social da ONG Recode e a aposta da organização na promoção do empoderamento digital através das tecnologias exponenciais. “Essa parceria com o Facebook faz com que possamos realizar esse sonho de levar a tecnologia de realidade virtual como ferramenta de cidadania e inserção no mundo do trabalho”, afirma.

O melhor filme produzido por cada uma das escolas participantes do projeto será levado a um grupo de jurados na Estação Hack. Os dois vídeos ganhadores, um por semestre, serão publicados na Página do Facebook Brasil.

Cineastas 360 foi desenvolvido a partir de um projeto similar feito pelo Facebook nos Estados Unidos em parceria com a ONG Digital Promise, também envolvendo a tecnologia de realidade virtual. Entre os temas abordados nos vídeos 360O feitos por estudantes norte-americanos estão o bullying, a diversidade e a experiência de ser filho de imigrantes vivendo nos EUA.

Saiba mais sobre os critérios para seleção das escolas:

O projeto Cineastas 360 vai beneficiar dez escolas públicas – duas em cada uma das cinco regiões do Brasil. As escolas serão convidadas pela ONG Recode e pelo Facebook com base nos seguintes critérios básicos:

  • Áreas com menos acesso a projetos de inovação tecnológica, longe dos grandes centros urbanos.
  • Apoio da diretoria da escola.
  • Acesso dos alunos a computadores para edição de vídeo e Internet de qualidade.
  • Professores com disponibilidade, compromisso e entusiasmo para replicar o projeto.

Serão considerados diferenciais as escolas com professores que tenham experiência com projetos de tecnologia, bem como unidades de ensino articuladas com outros equipamentos públicos culturais do município.