Saiba como ser um agente de mudanças utilizando o YouTube

12.01.2017
Seu Futuro

Você já pensou em ser um influenciador digital? Se tornar agente de mudança compartilhando suas ideias?

Os vídeos que estão inundando a internet e sendo consumidos cada vez mais vieram para ficar. E se antigamente, lá pra 2010, o foco era a o humor, hoje em dia tem canal de tudo! Existem muitos canais voltados para o engajamento e mudança social também. Jovens que enxergam questões em suas realidades e “colocam a boca no trombone”, acusando o racismo, machismo e preconceitos que acontecem no cotidiano.

Você já pensou em criar um canal voltado para o bem? Se tornar agente de mudança compartilhando suas ideias, falando sobre suas próprias vivências ou de um assunto que goste bastante para todo mundo ouvir? Por exemplo, o PhCôrtes fala sobre séries e filmes com protagonistas negros para abordar temas como protagonismo negro, história do racismo e representatividade. A Jout Jout ficou famosa justamente por se posicionar na causa feminista, falando sobre relacionamentos abusivos (Não tira o batom vermelho) e agora tem mais de um milhão de inscritos. E Lorelay usa muito humor e purpurina para falar sobre a comunidade LGBT.

Você pode expor problemas do seu bairro, como coleta de lixo irregular, ou também produzir conteúdo contra o preconceito e a discriminação. Usar um canal tão acessível quanto o Youtube pode trazer bastante visibilidade para esses temas. E para além de discutir, você pode apresentar soluções, tirar dúvidas e convocar a população. Por exemplo, se os móveis da sua escola estão depredados, que tal começar uma campanha de conscientização com seus amigos e exigir uma resposta da direção?

Além disso, o Youtube quer aumentar a fatia de conteúdo voltado para o bem!

Em 2016, o Youtube incentivou produtores de conteúdo (com qualquer nível de experiência) a criarem conteúdo voltado para a promoção de causas sociais através de campanhas. Um exemplo é a Youtube Negro, onde foram realizadas oficinas, eventos e vídeos dos canais feitos por, e voltados para, os jovens negros. Também rolou o projeto Embaixadoras da Mudança que reuniu mulheres de mais de 50 países para a produção de 50 vídeos destinados a fortalecer a imagem e o papel da mulher na sociedade. Já o #ProudToBe celebrou a diversidade sexual com vídeos produzidos por youtubers de diversas partes do mundo.

Vários youtubers brasileiros iniciantes e veteranos foram convidados para participar dessas campanhas.

E você o que está esperando?

Conheça alguns youtubers da periferia, que também começaram do zero, no artigo da Agência de Notícias das Favelas.

No próximo post do #SeuFuturo você confere as dicas de como planejar o conteúdo para o seu canal!

 

 

Rodapé_SeuFuturo