Bibliotecas do Programa RECODE inauguram Espaços de Tecnologia

Conheça algumas das iniciativas já em andamento nos “Espaços RECODE”

 

Em Vera Cruz, no Rio Grande do Sul, o Espaço Recode da Biblioteca Municipal Alberto Pasqualini tem sido amplamente utilizado para ampliação do projeto de capacitação da comunidade em cursos de Informática Básica (Windows, Word, Excel, Power Point, internet, editor de vídeo e formatação), que acontece desde 2008 e já formou mais de 1,5 mil pessoas. Graças aos equipamentos e formação oferecidos pelo RECODE em Bibliotecas, já no início deste ano 60 vagas adicionais para o curso puderam ser ofertadas e já estão abertas inscrições para novas turmas, que terão início no dia 7 de março.

A Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco, localizada em Recife, está inaugurando as atividades com um projeto para reprogramar a vida de jovens oriundos de regimes socioeducativos. O projeto “Incluir é preciso: a informática como instrumento de socialização”, uma parceria com a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), vai beneficiar, a princípio, 20 socioeducandos com um curso de informática que visa potencializar o uso dessas mídias como ferramentas para a inclusão e democratização do acesso a informação.

Já na Biblioteca Municipal Alda Martins Soncini, em Arujá (SP), a comunidade está participando de oficinas de flash e informática básica. Por lá, se destaca o protagonismo de dois jovens: Gabriel e Max são os “oficineiros” que transmitem de forma dinâmica e com uma linguagem bem atual o conhecimento de tecnologia para a comunidade.

Quer saber mais sobre o RECODE em Bibliotecas? Acesse aqui

Fechar Menu