Jovem programadora da Cidade de Deus representa o Brasil no evento Call for Code, da IBM

Nicole, que teve incentivo da Recode e do INPAR para trilhar carreira em tecnologia, se destacou como integrante do time vencedor da etapa brasileira do desafio global de programação Call for Code. Sua história chamou a atenção dos organizadores do Futurecom, maior evento de transformação digital da América Latina, que a convidaram para participar do painel As Linhas de Código rompendo barreiras e (re)escrevendo o Futuro Digital & Inclusivo. Nicole sobe no palco do evento dia 31 de outubro de 2019.

Nicole Pessoa, 22 anos, moradora da Cidade de Deus, no Rio, sempre foi encantada por computadores e celulares. Como a família não tinha condições de ter os equipamentos em casa, o jeito era pedir emprestado dos amigos. Aos 15 anos, a mãe aceitou a proposta da jovem de trocar uma festa de aniversário pelo primeiro computador – e, desde então, seu conhecimento em tecnologia não para de crescer.

Os primeiros cursos foram realizados no INPAR, instituição parceira da Recode há 18 anos na comunidade. “Foi quando tive a confirmação que eu queria entrar nessa área”, conta ela. Depois, aprendeu montagem e manutenção de computadores, fotografia e participou do projeto Gatomídia, que explora o audiovisual para criações e ativismo na web. E, claro, também é autodidata no aprendizado de programação.

Nicole (segunda da direita para esquerda) sempre foi apaixonada por tecnologia

Além de ser educadora voluntária na ONG INPAR, Nicole representou a Cidade de Deus no evento Call for Code, em junho de 2019, a convite da Recode. Entre mais de 100 jovens, fez parte do grupo que conquistou o primeiro lugar com o projeto Help Life. A proposta do aplicativo é facilitar a ajuda de bombeiros e da Defesa Civil a vítimas de desastres naturais. “Os médicos vão ter toda a informação da pessoa, saber onde está, se é cadeirante ou deficiente, para levar os equipamentos certos”, conta ela.

Ela fez encontros diários com mentores da IBM para programar o protótipo de app e levar a ideia para a etapa final do Call for Code,  concorrendo ao prêmio de US$ 200 mil. Mesmo sem ter vencido a etapa mundial, Nicole se orgulha de sua primeira e desafiadora participação nesse desafio em escala global.

Fechar Menu