Movimento Recode quer impulsionar empoderamento digital de jovens

Para ampliar a nossa rede de parceiros comprometidos com o empoderamento digital dos jovens, lançamos uma iniciativa mais que especial: o Movimento Recode! Nesse primeiro momento, convidamos 600 bibliotecas públicas, comunitárias e prisionais a oferecer nossos cursos online gratuitos de tecnologia para fortalecer seu papel como espaços que impulsionam a transformação social de suas comunidades.

“Acreditamos nessa aliança com a sociedade para acelerar oportunidades e ampliar o desenvolvimento pessoal e profissional de toda uma geração por meio da tecnologia. Enxergamos as bibliotecas como espaços transformadores, que podem ser protagonistas das mudanças que o mundo precisa”, afirma Rodrigo Baggio, presidente da nossa organização.

Para fazer parte do Movimento Recode é preciso se inscrever no site http://recode.org.br/movimentorecode/.  As bibliotecas interessadas devem ter, no mínimo, três computadores com Internet disponível para o uso da comunidade. Em breve, instituições sociais e escolas também poderão participar da iniciativa.

Cursos de tecnologia

Toda a formação será oferecida por meio da Plataforma Recode, que reúne conteúdo personalizado para os jovens e uma metodologia própria voltada à formação de agentes de transformação. Os cursos abordam temas como possibilidades da Internet e redes sociais, introdução à programação e gestão de projetos e aplicativos para impacto social.

Lançamento da iniciativa

Lançamos o Movimento Recode no dia 15 de maio, no Rio de Janeiro, com a presença de Rodrigo Baggio, Guilherme Relvas, diretor da Diretoria da Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB), Andreza Colatto, diretora de Inclusão Produtiva do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), e Adauto Cândido Soares, coordenador de Comunicação e Informação da Unesco.

Também participam do lançamento cerca de 200 representantes de bibliotecas públicas de todos os Estados brasileiros reunidos para o II Encontro Nacional Conecta Biblioteca, realizado em parceria com a Caravan Studios. Essas 200 bibliotecas já integram a nossa rede de empoderamento digital, que agora busca beneficiar 800 equipamentos culturais em todo o país.

#MovimentoRecodeBibliotecas

Você também pode participar desse Movimento. Grave um vídeo para as redes sociais, com a hastag #MovimentoRecodeBibliotecas, e venha com a gente nessa missão de levar o empoderamento digital aos jovens!

Fechar Menu