window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'UA-20732535-1');

Bruna Moura quer mudar o mundo com a tecnologia

2022-02-15T10:32:56-03:008 de julho de 2020|NOSSAS HISTÓRIAS, Recode Pro|0 Comments

[:pt]

A tecnologia demorou um pouco para fazer parte da vida de Bruna Moura, de 21 anos. Após perder a mãe uma semana depois do seu nascimento, ela foi morar com os tios em um sítio no interior da Bahia. Cresceu pegando fruta do pé, subindo em árvores e andando descalça no chão de barro. “Tinham animais por todos os lados. Acordava cedo e ajudava a minha família na roça”, conta a jovem.

Essa rotina continuou até os 15 anos, quando foi morar em São Paulo. Apesar de encontrar uma realidade completamente diferente da que estava acostumada no campo, a curiosidade em entender as pessoas fez com que sempre buscasse aprender coisas novas. Para se sustentar, Bruna fez de tudo um pouco: foi monitora de crianças em festas infantis, garçonete, além de ter experiências em áreas administrativas e comerciais.

A vontade, porém, era aprender como o conhecimento poderia impactar positivamente na sociedade. Com a ajuda do namorado, que trabalhava com informática, passou a observar o potencial que a tecnologia tinha em ajudar a humanidade. Assim, começou a estudar mais sobre o assunto, participando de fóruns e comunidades na internet.

Em 2019, soube do Recode Pro, um programa da Recode que formaria novos programadores. Ela viu que tinha a oportunidade de fazer parte daquele universo: “O Recode Pro me transformou como pessoa e profissional. Aprendi a ter mais paciência e resiliência, através do trabalho em equipe, gestão de conflitos, resolução de problemas e da linguagem de programação. Foi uma mistura de emoções e muito trabalho duro. Só aumentou a minha vontade em transformar o mundo”, ressalta.

E não parou por aí. Após a formação na primeira turma do projeto, Bruna participou de uma feira de talentos promovida pela Recode, onde pôde conhecer grandes empresas. O banco Itaú viu potencial na jovem e lhe ofereceu um emprego. Hoje, está contratada: “Me tornar uma engenheira de software é um sonho que se realizou. Poder finalmente trabalhar na área de tecnologia me deixa mais feliz e confiante de que sou capaz de seguir em busca dos meus objetivos”, comemora.

[:]

Go to Top